(31) 98805-9394
 - Email:contato@dedetizadoracalixto.com.br
Eliminação de Pragas
DEDETIZAÇÃO ESCORPIÕES - Foto 1

DEDETIZAÇÃO ESCORPIÕES

Na Dedetizadora Calixto tem soluções para a dedetização de escorpiões.

Todo o processo  dedetização de escorpião é analisado e executado por profissionais de grande conhecimento, equipados com produtos de ótima qualidade, pois sabemos dos riscos que esta praga oferece.

Uma vez estabelecidos na residência, os escorpiões podem ser encontrados em adegas, sótãos, frestas, vãos, dentro de sapatos e até mesmo entre roupas e lençóis, em locais com madeira, tijolos e materiais entulhados. Verifique se a empresa contratada na dedetização dos escorpiões dar uma atenção especial nestes locais.

Devido a esse hábito, é recomendável que, em áreas onde haja grande ocorrência, sempre se verifique o interior de objetos antes de usá-los e se constatado a presença é de grande importância informar a empresa no ato da dedetização de escorpião.

Os acidentes geralmente ocorrem quando se manuseia material de construção ou entulho, em residências, e são mais comuns no período das chuvas, quando o calor aumenta e estes animais ficam mais ativos. Recomendamos que antes da dedetização de escorpião o proprietário não manuseie estes locais sem equipamentos de proteção.

Nestes casos a prevenção na dedetização de escorpião é essencial, sabendo disso a Dedetizadora Calixto livra você desse problema.

Hábitos

Existem cerca de 1.200 espécies de escorpiões conhecidas; dentre estas destacamos duas, o Tityus bahiensis (escorpião marrom) e o Tityus serrulatus (escorpião amarelo), comuns em nossa cidade.

Os escorpiões são animais terrestres, de atividade noturna, ocultando-se durante o dia em locais com terra, sombreados e úmidos, troncos de árvores, pedras, tijolos, construções, frestas de muros, dormentes de estradas de ferro, lajes de túmulos, entre outros.

Os escorpiões são predadores, capturam e matam animais para se alimentarem como: baratas, grilos, cupins, aranhas de porte médio, etc. As espécies comuns em nossa cidade estão bem adaptadas ao ambiente urbano, onde seu principal alimento é a barata.

Tem como inimigos naturais as corujas, gaviões, sapos, algumas espécies de aranha e lagartos, entre outros.

Ciclo de vida

A fêmea é vivípara, isto é, os filhotes desenvolvem-se dentro da mãe e o nascimento efetua-se por meio de parto, sendo a gestação de 2 a 3 meses, dependendo da espécie.

Uma ninhada pode ter até 20 filhotes, os quais ficam nas costas da mãe até conseguirem se alimentar sozinhos. Os filhotes ficam adultos com cerca de um ano de idade.

Os escorpiões vivem em média 3 a 4 anos.

A espécie Tityus serrulatus só apresenta indivíduos fêmeas; os óvulos transformam-se diretamente em embriões que dão origem a novas fêmeas (processo denominado partenogênese), já o Tityus bahiensis apresenta os dois sexos.

Os escorpiões chegam à maturidade entre 1 a 3 anos, com período de vida de 2 a 6 anos (sendo 8 anos o maior tempo já registrado). A reprodução dos escorpiões-amarelos é por partenogênese, basta que a fêmea encontre calor e alimento. Assim, só existem fêmeas dessa espécie e sua multiplicação ocorre muito mais facilmente. Já nos escorpiões-pretos, a fecundação é cruzada. O número de filhotes varia de 15 a 25, de acordo com a espécie e, após o parto, os filhotes alojam-se no dorso da mãe por cerca de 1 semana, até sofrerem a primeira ecdise e partirem para a vida independente.